Não caminhando, mais ainda avançando.

Flores da primavera ao longo do trilho no dia 1 do Caminho do Dão 2019.

Se as coisas tivessem sido como planejadas.... Oh, quão ingênuo isso soa agora em meio da grande adaptação que estamos experimentando. No entanto, vale a pena tomar um momento para reconhecer que a semana de caminhada no Caminho do Dão (CdD) teria começado neste domingo dia 26 de Abril. Antes da caminhada, eu estava realmente empolgado porque um bom grupo de portugueses, holandeses, americanos e franceses estava se formando. Os esforços de divulgação e networking valeram a pena e o resultado foi bom para a primeira edição deste programa de caminhada. Portanto, o programa está em espera, mas sinto-me confiante de que "voltaremos a caminhar" depois que aprendermos a conviver com a pandemia ou a avançarmos nela. 'Fica para próxima', como dizem os portugueses.

Suspender a caminhada do grupo me deu tempo para trabalhar em outra parte importante do projeto, que é fazer do CdD um benefício para a região. Estou avançando no plano de trazer um elemento de restauração da natureza para o CdD e de caminhar com grupos de jovens adultos da região do Dão.

A ideia por trás do elemento de restauração da natureza é que, como produto turístico, o CdD não quer apenas se beneficiar das qualidades naturais do vale do Dão, mas também quer devolvê-las. No comunicado de imprensa de março, pode ler mais sobre essa ideia. Para este plano de restauração, o CdD está em parceria com várias organizações e instituições, incluindo um grupo de estudantes da Escola Superior Agrária de Viseu que contribuirão para a pesquisa e promoção do projeto.

Também estou conversando com várias organizações sobre semanas anuais de caminhadas para jovens adultos da região do Dão. É minha convicção que a experiência de uma peregrinação em sua própria região pode fortalecer a conexão com a região e gerar um sentimento de orgulho. Enquanto caminha, entra em comunhão com a natureza e a paisagem, com as pessoas e com a cultura regional. Uma peregrinação também tem o potencial de gerar um sentimento de empoderamento pessoal e independência no mundo, o que é uma experiência formativa positiva.

Como pode ver, podemos não estar caminhando ainda, mas o Caminho do Dão está definitivamente avançando e eu vou mantê-lo informado.

Desejando a todos boa saúde, espírito e alegria na primavera.
Saudações do vale do Dão!

Freya van Dien